top of page
Buscar

Entenda o que é a Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web é tornar uma página acessível e permitir que diferentes pessoas consigam chegar às suas páginas de destino e compreendê-las com maior autonomia. Nessa perspectiva, a acessibilidade é uma combinação entre programação, design e tecnologia para construir um site sem barreiras, permitindo que todos os usuários tenham entendimento, aprendizagem, navegação e interação plena com a web.


O primeiro passo para tornar sua página acessível é ter empatia, se colocar no lugar do outro e entender que pessoas com diferentes tipos de deficiências utilizam recursos e tecnologias assistivas específicas na hora de navegar. Dessa forma, busca-se beneficiar outras pessoas, incluindo idosos com capacidades em mudança devido ao envelhecimento.


Os websites acessíveis também se beneficiam de outros aspectos, como o aumento de visitas potenciais, maior velocidade de conexão, melhoria no posicionamento e reputação online, economia de banda larga e maior compatibilidade com navegadores e dispositivos, entre outros.


Níveis de Acessibilidade WEB:


A WAI classifica as páginas web conforme a acessibilidade dos conteúdos, estabelecendo os seguintes níveis:

Nível A: é o menos exigente e inclui as páginas que cumprem certos critérios em conformidade com a WCAG, como, por exemplo, a disponibilidade de legendas para áudios gravados ou alternativas de texto para conteúdos audiovisuais, etc.


Nível AA: é o intermediário e mais requerido pelas entidades que expedem certificados de acessibilidade web. Reúne os websites que respeitam critérios mais avançados, como a disponibilidade de legendas para áudios ao vivo, audiodescrição, tamanho de texto aumentável, etc.


As pessoas estão se sentindo cada vez mais confortáveis para realizar todo tipo de atividade no mundo virtual. Por isso, muito mais do que ter um design bonito e atraente, os sites precisam atender a todos. Quando uma página não está acessível, ela está fechando as portas para milhões de pessoas, indo contra o seu propósito, que é atrair mais visitantes. Sendo assim, não pensar em acessibilidade pode ser sinônimo de deixar de ganhar dinheiro.


A Lei Brasileira de Inclusão (LBI) exige desde 2016 que todos os sites, públicos e privados, estejam acessíveis. Porém, apenas 1% deles seguem essa regra no Brasil. Diante disso, ter um site acessível não é apenas cumprir a lei, é ter um diferencial competitivo. A acessibilidade pode melhorar o ranqueamento da sua página no Google, uma vez que o algoritmo do buscador reconhece essas práticas e as enxerga com maior relevância.


Dicas:

  1. Simplifique seu texto, facilitando a leitura para pessoas com dislexia.

  2. Faça descrição alternativa das imagens, permitindo que leitores de tela identifiquem-nas e descrevam-nas para usuários cegos.

  3. Crie áreas de clique maiores nos botões, ajudando usuários que não têm precisão nos cliques a acessar conteúdos específicos.

  4. Evite usar apenas cores para destacar informações, beneficiando pessoas com daltonismo, por exemplo, que não conseguiriam diferenciar os itens destacados apenas por cores.

Seguindo essas dicas, seu site estará melhor ranqueado e, claro, acessível a todos!

Fique por dentro de tudo sobre acessibilidade, seguindo a Planeta Acessível nas redes sociais.

Comments


bottom of page